Porque devemos passar roupa íntima

Como usar ferro de passar nas roupas íntimas

Só porque a cueca, sunga, samba canção ou qualquer roupa intima (lingerie, calcinha, bady doll…) é usada no interior, não significa que ela não precisa ser passada no ferro. Pode ser a roupa mais sexy que for, se tiver amarrotada, perderá o “brilho” na hora H.

Se pode passar roupa íntima? Não só pode, deve! Com o avanço das indústrias, muitas peças são desenvolvidas para não amassar, mas nem todas são assim. A regra é simples, se está amassa, passe. Não seja pego desprevenido.

passar roupa intima

1 – Saiba o tecido da peça íntima

Veja qual tipo de tecido você vai passar. Algodão, seda, poliéster ou outro. Leia a etiqueta, nela contém essas informações. Na mesma etiqueta tem instruções de como lavar e passar. Certos casos, o fabricante não recomenda o ferro de passar.

2 – Escolha a temperatura ideal

Seja cueca, sunga ou calcinha, após identificar o tecido, escolha a tempratura ideal para aquele tecido. Se não souber, no próprio ferro vem com a indicação. Caso não tenha, escolha a temperatura mais baixa por recomendação.

3 – Respeite as pregas e dobras

Pode parecer difícil, porque realmente é complicado, mas respeite as dobras e pregras naturais da roupa íntima. Óbviamente, sutiã, lingerie e/ou cueca boxer tem seu tipo de dobra. Não passe por cima, isso estraga o caimento natural da peça.

4 – Guarde de maneira adequada

Guarde com cuidado depois que terminar de passar. Não estrague todo o trabalho duro. Guarde de modo adequado para não ficar enrugada novamente.

 

Deixe seu comentário!

Se tiver qualquer dúvida, crítica ou sugestão, use esse espaço para expor.

/* */